Política

Fabricação de alimentos é a principal atividade industrial do Piauí

Publicado em: Quinta-feira, 21 de Julho de 2022, 19:02h - Por: Efrém Ribeiro
Compartilhar

Fabricação de alimentos é a principal atividade industrial do Piauí
Efrém Ribeiro

A principal atividade industrial do Piauí é a fabricação de produtos alimentícios.
Conforme a Pesquisa Industrial Anual (PIA), a atividade gerou 47,6% do Valor de
Transformação Industrial (VTI) do estado em 2020. O levantamento é realizado pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
Depois da fabricação de produtos alimentícios, a segunda atividade mais representativa
do Piauí é a fabricação de bebidas, que gerou 17% do VTI em 2020. Em terceiro lugar, está a
metalurgia, com participação de 6,1% do VTI do estado. O Piauí gerou R$ 2,6 bilhões de VTI em 2020.
Já a região Nordeste teve um VTI de R$ 143 bilhões em 2020, o que equivale a 9,5% do
VTI do Brasil. A Bahia teve a maior participação no VTI do Nordeste, representando 39,8% do
total.
Junto com Pernambuco (20%) e Ceará (14%), os três estados produziram 73,8% do VTI
da região. Maranhão (7,9%), Rio Grande do Norte (6,1%), Paraíba (3,7%), Sergipe (3,5%),
Alagoas (3,2%) e Piauí (1,9%) complementam o valor. 


Indústrias piauienses tiveram receita líquida de R$ 8 bilhões em 2020
Efrém Ribeiro
As unidades locais industriais do Piauí que possuem 5 ou mais pessoas ocupadas
tiveram receita líquida de R$ 8,7 bilhões em 2020. 
A informação é da Pesquisa Industrial Anual
(PIA) 2020, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
O valor gerado no Piauí representa 2,5% do total registrado na região Nordeste em
2020, que foi de R$ 351 bilhões. A receita líquida do estado aumentou em comparação ao ano
anterior, quando representava apenas 1,8% do total do Nordeste. Em 2019, o Piauí gerou R$
5,9 bilhões dos R$ 320 bilhões de receita líquida que teve a região Nordeste.
Ainda assim, o Piauí permanece com a menor participação entre os estados
nordestinos. A maior proporção é da Bahia, que gerou 42,3% da receita líquida do Nordeste
em 2020.

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade